sexta-feira, 8 de agosto de 2014

ENTREVISTA – FHER CASSINI

Fernando Ninô, mais conhecido como Fher Cassini é solteiro, carioca e mora no Rio de Janeiro. Atualmente é vocalista do grupo Kasino. Muito simpático, Fher Cassini nos concedeu uma ótima entrevista através de seu email.


Papo entre Mulheres: Como surgiu a ideia de criar o grupo Kasino?

Fher Cassini: O Kasino era um projeto para ser somente de estúdio. Fui convidado para fazer um teste para ser o possível vocalista e gravar can't get over. Fiz o teste, passei e então gravei a música. Nem eu, nem os produtores do projeto esperávamos o sucesso que teve.

Mas com a inclusão da música na trilha da novela América, veio o boom, e todo mundo começou a querer saber quem cantava a música e pedidos para show. Foi assim que o Kasino nasceu, saindo do papel, e tomando vida. 

Papo entre Mulheres: A música “Can’t get over” estourou nas paradas de sucesso em 2005 após tocar na novela América. O que você acha que foi essencial para a música fazer tanto sucesso?

Fher Cassini: Eu acho que o essencial foi a energia da música, o refrão dela é muito forte que também gruda.

Mas acho que a novela também teve seu fator decisivo nesse sucesso, afinal você ter uma música como tema de uma protagonista de uma novela das 20h, é quase que um sucesso garantido, pelo alcance que isso dá para a música.

Papo entre Mulheres: Todas as músicas lançadas foram sucessos no Brasil e fora do Brasil. Qual a fórmula?

Fher Cassini: As que fizeram sucesso fora, foram mais a “Can´t Get Over” e “Stay Tonight”. Não tenho conhecimento se a “Shake It!” fez sucesso fora, mas no Brasil fez bastante.

Não existe uma formula, é meio que uma junção de fatores, inspiração na hora, com uma boa letra e também o amor pelo que a gente faz.

Papo entre Mulheres: De onde vem a inspiração para escrever as letras das músicas e montar os arranjos?

Fher Cassini: Tanto eu, quanto o Ian e o Molla, estamos sempre ouvindo coisas novas. Eu, por exemplo, estou ouvindo atualmente muito Martin Garrix, Afrojack, Krewella e Dimitri Vegas & Like Mike, que são minhas maiores influências, e referencias atualmente. Então sempre que gosto de algo mostro para eles e assim a gente acha ideias para criar nossas músicas.

A inspiração de letras vem de coisas que a gente passou, vive ou alguma coisa que marcou a gente de alguma forma. Às vezes chego pro Ian Duarte com uma ideia, falo sobre o que eu quero falar, e ele faz a letra em cima ou trago até algumas anotações de frases etc.

Papo entre Mulheres: Em 2008, você anunciou sua saída do grupo por motivos pessoais. Rolou alguma briga, desentendimento com os demais integrantes?

Fher Cassini: Essa pergunta sempre é feita, e já esclareci algumas vezes, mas vou esclarecer de novo.

O que rolou foram alguns pequenos desentendimentos sobre que caminho o Kasino deveria seguir. Eu queria uma coisa, os produtores outras. Também achei que estava tendo pouca liberdade artística dentro do projeto, para tentar mudar e deixar o projeto como eu queria.

Hoje em dia está acontecendo isso, o Ian Duarte, e o Molla me dão total liberdade artística para criar, não só visual para clipes, fotos como estão sempre abertos as sonoridades que quero que o Kasino tenha agora. 

Papo entre Mulheres: O sucesso rápido pode ter levado ao fim do grupo?

Fher Cassini: Não, isso não teve nada a ver com o sucesso, tanto que após a minha saída, o Kasino ainda continuo com outro vocalista. Se fosse assim ele teria acabado logo após minha saída.

Papo entre Mulheres: Após a sua saída o grupo continuou com uma nova formação. Foram lançadas duas músicas que não tiveram sucesso e em seguida o grupo terminou. O que fez você retomar ao grupo?

Fher Cassini: Bom durante todos esses anos, me dediquei a outras coisas. Fiz faculdade, estudei fora do Brasil, tive outros projetos, amadureci muito. Sabia que um dia eu voltaria pra música de alguma forma.

Já vinha amadurecendo uma carreira solo, quando o Ian Duarte me ligou e falou que o Kasino tinha que voltar comigo, levamos um ano conversando e amadurecendo a ideia, durante todo o ano de 2013. Foi quando entramos em estúdio e gravamos a So Free que saiu em março desse ano.

O que me fez voltar foi que achei que os fãs mereciam isso, porque todos queriam e viviam me pedindo para voltar a cantar e para voltar ao Kasino. Meus fãs nunca me abandonaram em todos esses anos. Alguns estão a anos torcendo. Voltei por eles, e porque queria voltar para a música eletrônica, e o Kasino teve muita importância na cena da EDM nacional, para ficar assim parado.

Papo entre Mulheres: O que você fez durante esses 6 anos longe do Kasino?

Fher Cassini: Eu me formei em radialismo (Rádio e TV), morei fora do Brasil, e me dediquei a outros projetos fora da música.

Papo entre Mulheres: Quem é Fher Cassini?

Fher Cassini: Bom, eu sou um cara muito determinado, um típico cara de gêmeos que tem muita variações de humor, o que as vezes atrapalha. Sou um cara muito comunicativo, engraçado também, sempre faço meus amigos rirem o tempo todo.

Um cara apaixonado por cinema, futebol e claro música eletrônica. Confesso também que sou muito romântico.

Papo entre Mulheres: Projetos futuros

Fher Cassini: Já estamos preparando uma música nova para depois da Copa e pensando também na tour do Kasino que estamos criando para cair na estrada. Também vem um vídeo clipe novo.

facebook.com/kasinoficial
Instagram @kasinoficial

5 comentários:

  1. eu amo o kasino amo de todo o meu coração e faria qualquer coisa para conhece-lo pessoalmente, adorei a musica so free :) amo musica eletronica obrigado fher por voltar, valew kasino amo

    ResponderExcluir
  2. FHER CASSINI, tenho 50 anos, sou apaixonado por música eletrônica!Fico bastante orgulhoso de saber que o Brasil tem bons artistas,produtores pensando em música ELETRÔNICA!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...