sábado, 2 de julho de 2016

LUIZ CARLOS CATTACINI GELLI - UM NOVO POINT NA SERRA GAÚCHA


Flores da Cunha é considerada a capital do vinho brasileiro porque é a maior produtora do país.

E por motivos históricos, folclóricos, é conhecida como a cidade do galo. Se você não conhece a lenda vale a pena correr atrás.

Flores também se destaca no cenário da enogastronomia e para conferir fomos visitar a última atração deste segmento, no terraço da mais bela vinícola em solo brasileiro, a Luiz Argenta.


Inaugurado no último mês de maio o Restaurante Clô é uma homenagem à dona Clorinda, mãe dos irmãos Argenta, Diva, Deunir e Neco, e fica localizado no terraço da vinícola da família, que proporciona ao enoturista uma vista de deixar qualquer um de boca aberta, o que é muito bom para quem está num restaurante e pode logo preenchê-la com muitas delícias.


O restaurante é especializado em culinária italiana, com toque contemporâneo, e conta com uma carta de vinhos produzidos na propriedade pelas mãos de um dos mais talentosos enólogos brasileiros, Edegar Scortegagna. São vinhos maravilhosos e embalados em garrafas, rotulos e caixas de luxo, projeto da estilista da nova geração Daiane Argenta.

(FOTO: o enólogo Edegar Scortegagna tendo à sua direita Andreia Debon, Jornalista editora da Revista Bom Vivant, e à esquerda Barbara Zuim, da Cattacini)

Ficamos muito felizes e contentes com que vimos, comemos e bebemos. Quando for à Serra Gaúcha não deixe de passar no Clô para vivenciar uma experiência completa no universo da enogastronomia.


Ficamos mais felizes ainda porque há algum tempo, quando a Cattacini estabeleceu uma parceria com a Luiz Argenta para a produção de dois de vinhos exclusivos, o Clos Cattacini, nas versões Gewurztraminer e Trebbiano Romangolo, já sentíamos a falta de um restaurante na propriedade.

Aproveito a oportunidade para parabenizar toda a equipe da Argenta e fazer uma sugestão ao Clô: criar o prato da cidade. Cidade do galo e a capital do vinho só poderiam significar uma releitura do famoso Coq au Vin, ou para sermos mais corretos galo ao vinho.

Deixo para a turma da Argenta escolher qual seria o melhor vinho para a iguaria, mesmo imaginando que um da família dos Cabernet bateria um bolão. Mas existe na Alsácia uma versão elaborada com vinho branco, Coq au Riesling, outra opção para o Clô, que dispõe desse varietal em sua carta.

Será que na próxima reunião de trabalho serei surpreendido com o Galo de Flores, bem à minha frente, no meu prato? Se tiver vou harmonizá-lo com um Clos Cattacini, que também fará bonito: um Clos no Clô, um privilégio da parceria. Para poucos!!!!

Saúde e paz!!!!


Luiz Carlos Cattacini Gelli é sommelier e empresário. Em 2010, fundou a Cattacini Vinhos, cuja proposta é produzir e comercializar vinhos nacionais exclusivos.

Os vinhos Cattacini podem ser entregues em todo o Brasil através das lojas virtuais: EnoEventos: www.enoeventos.com.br/importadora,
Rio Di-Vino: www.riodivino.com.br,
Cave Nacional: www.cavenacional.com.br,
e Winexpress: www.winexpress.com.br.

Contatos:
Facebook: Cattacinivinhos
gelli@cattacini.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...